Libertação do Povo de Israel

sob a visão cabalística. 

Um dos momentos mais importantes da humanidade. 

Considerado, até hoje, como um dos milagres mais impressionantes da história da humanidade, as 10 Pragas do Egito têm provas científicas fortes para ser um exemplo que devemos seguir dia após dia para nosso crescimento espiritual.

 

MUITOS FARAÓS CERCARAM O EPISÓDIO

 

FARAÓ = NOSSO EGO

1º - Há sempre muita confusão quanto ao Faraó do tempo do Êxodo, nome que se dá a saída dos Judeus (Hebreus) do Egito após anos de sórdida escravidão.

 

Ramsés II (1.290 a.C.) é o faraó cuja data de reinado é divulgada como a possível, do tempo do Êxodo. Mas há dúvidas sobre Tutmés II que estava no trono quando Moisés foge do Egito aos 40 anos de idade. Neste meio tempo, assume Tutmés III que, junto com a esposa do pai (Tutmés II) reina em disputas históricas com a madrasta. É dele a conhecida múmia que milagrosamente foi preservada até nossos dias e que, ao que parece, foi encontrada na praia na batalha da saída dos Judeus. Paira sobre esta múmia, a dúvida: porque tamanha desonra um Faraó não ser enterrado com as riquezas de sempre e ter sido abandonado na praia?

 

NÃO É LENDA, ESTÁ PROVADO

2º - As 10 Pragas que se abateram no Egito e foram a causa de Moisés conseguir, por fim, libertar seu povo, estão confirmadas pela ciência. Aconteceram de fato. Augusto Magini, paleoclimatologista da Universidade de Heidelberg afirma que houve drástica e quase inexplicável mudança de clima durante os reinado que cercam a história verdadeira da saída dos judeus do Egito.

 

Uma explicação para surgimento das primeiras pragas confirmadas por pesquisas em estalagmites das cavernas egípcias, detectaram elementos radioativos contidos na formação calcária.

 

O fenômeno da água do rio ter virado "sangue" foi explicada pelo biólogo dr. Stephan Pflugmacher, de Berlim, como resultado de uma alga tóxica que nasce em água doce. A bactéria, conhecida como Blood Oscillatoria rubescens é conhecida por ter existido há 3.000 anos e ainda hoje provoca efeitos quando se multiplica rapidamente com altos níveis de nutrição, e morre deixando manchas vermelhas na água.

 

Os cientistas também afirmam que a chegada deste conjunto de algas em movimento acarretou a chegada da segunda, terceira e quarta pragas – rãs, piolhos e moscas.

 

10 FORMAS CLARAS QUE O "CRIADOR" ACHOU DE APARECER PARA A GENTE E, DESTE MODO, SE FAZER ENTENDER

EGITO = NOSSA PRISÃO INTERNA

2º - Muito do que o Egito representava, em seu tempo, era atraente aos olhos dos homens e seria até hoje. Havia desenvolvimento, grandes feitos humanos como as construções ricas, a ostentação dos Faraós, a riqueza de suas plantações e a fertilidade de seu Rio Nilo. Mas nem sempre é esta a promessa de lugar que se quer viver se ali há também sofrimento, pobreza e opressão de um povo escravo. Assim, o Egito de Moisés era e, aos nossos olhos, após os fatos que geraram o Êxodo, esta terra rica e fértil pode representar claramente a nossa "prisão". O lugar representativo de tudo que é regido pelo orgulho e a ganância que aprisionam a alma humana.

 

JUDEUS (HEBREUS) = NÓS MESMOS, EM BUSCA DE LIBERDADE

3º - Moisés (que significa tirado das águas) era filho de Anrão que protagoniza uma linda cena de "Os 10 Mandamentos - O Filme" (Dir. Alexandre Avancini): diante do desespero de seu povo que sofria fome, sede dores físicas de tortura e exaustão de trabalho forçado pelo Faraó, Anrão ergue as mãos aos céus e profetiza diante de seu povo que só um Deus, Criador... todo poderoso, poderia realizar um milagre me nome dos Hebreus.

 

Moisés fracassa em todas as tentativas que fez junto ao faraó para libertar seu povo e isolado no deserto, recebe todos os sinais e mandamentos de que somente a fé faria com que as provas de Deus se abatessem sobre o Egito.

4º - O QUE PARECERAM 10 PRAGAS CONTRA O REINO DO EGITO NA VERDADE ERAM 10 GOLPES DE LUZ SOBRE A FÉ DOS HEBREUS

 

-> O RIO VIROU SANGUE:

O Rio Nilo, fonte de vida e abundância de plantações do Egito, sofreu séria contaminação. Unidos em fervorosa fé, os Hebreus conseguiram água potável às margens do rio em seus acampamentos.

 

-> INVASÃO DAS RÃS (SAPOS?) Ex.8:2-4:

O fenômeno químico gerado na água do Rio Nilo atraiu diversas espécies como as Rãs que por serem muitas, geraram um barulho ensurdecedor que deixou a maioria dos egípcios com forte inquietação. Aos ouvidos dos Hebreus, o som era menos intenso.

 

-> PIOLHOS Ex 8:18-19:

Foi anunciada por Moisés a chegada de pragas como Piolhos e Pulgas que acabariam com plantações e trariam doença às criações de animais. Os Magos do Faraó não conseguiram entender nem deter este fenômeno.

 

-> ANIMAIS SELVAGENS E MOSCAS:

Apenas as casas dos Hebreus mantiveram-se protegidas.

 

-> PESTILÊNCIA Ex 9:2-4:

Anunciada como mais uma prova que Deus mandaria ao Egito caso o Faraó não libertasse os Hebreus e, como própria consequencia dos desastres anteriores, o Egito foi abatido por doenças transmissíveis que acabaram de matar cavalos, gado, jumentos e animais, salvo os dos Hebreus.

-> FURÚNCULOS E FERIDAS:

Quando Moisés voltou ao Faraó, com todas as provas de que seu orgulho estava levando o Egito à ruína, este não ainda estava incrédulo. Moisés então jogou cinzas para o alto e avisou que o povo egípcio começaria a adoecer. Nenhum médico do Faraó conseguiu curar as doenças.

 

-> GRANIZO Ex 9:24-26:

Desta vez, já certo de que as palavras de Deus, que Moisés profetizava, aconteceriam... o Faraó pediu que protegessem seus rebanhos e os escravos que se salvaram. Mas todo o resto do Egito foi atingido com a chuva de granizo.

-> GAFANHOTO EX 10:7:

Mesmo irritado, o Faraó permaneceu com a determinação de não libertar os escravos Hebreus e viu todo restante de plantações do Egito ser devorado pelo enxame de gafanhotos.

 

-> TREVA Ex 10:22-23:

Apavorados durante os 3 dias de total escuridão, o povo egípcio não entendia porque seu Faraó os expunha a tal tormenta. Apenas os Hebreus viram a luz.

Este foi um dos golpes que mais atingiu o EGO do Faraó já que era considerado "O Deus do Sol" e o Sol, o Deus dos Deuses.

 

-> MORTE DOS PRIMOGÊNITOS Ex 12:29-30:

Mesmo diante de todas as provas materializadas nas nove pragas anunciadas por Moisés, o orgulho do Faraó ainda lhe negou a libertação dos escravos Hebreus. Este, entretanto seria, o golpe fatal.

Ao perder seu próprio filho por morte súbita, e ver todos os Hebreus salvarem seus filhos, o Faraó decide que a saída dos Hebreus do Egito ocorreria sem resistência.

 

5º - OQUE PODEMOS TIRAR DESTE ENSINAMENTO?

 

NUNCA ACHE QUE SABE TUDO, SEMPRE CONVIDE A LUZ DO CRIADOR PARA ILUMINAR SUAS DECISÕES.

 

JAMAIS ACREDITE QUE A MALDADE, O EGOÍSMO E O MAL QUE VOCÊ GERAR NO PRÓXIMO NÃO LHE TRARÁ NENHUMA CONSEQUÊNCIA. PODE NÀO VIR COMO VOCÊ ACHA QUE VIRÁ MAS ESTÁ ANUNCIADO: VIRÁ!

 

O QUE ACONTECE DE BOM OU DE RUIM, DAS PESTES AOS MILAGRES, SEMPRE EXTRAI-SE ALGO BOM. NA MAIORIA DAS VEZES A CERTEZA DE QUE SE DESEJAMOS LUZ, CEDO OU TARDE ELA VIRÁ E TUDO QUE ACONTECE, ACONTECE POR UM PROPÓSITO.

© 2016 | Ciência do Milagre

  • Facebook - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
EMAIL
TELEFONE

(21) 96961.4404

© 2016 Todas as Fotos, Textos e Ilustrações de direito do Projeto Ciência do Milagre