FOBIAS

D  E  P  O  I  M  E  N  T  O

Depoimentos sobre as fobias mais comuns e como foram solucionadas.

Uma história incrível sobre Aracnofobia

A definição da palavra FOBIA é:

 

Substantivo Feminino que define o sentimento por "Medo Exagerado", falta de tolerância ou aversão.

 

O medo é um dos sentimentos mais aniquilantes. Entretanto, nos protege porque nos dá o senso de limite ("cuidado, se puser o dedo ai vai se queimar"). Alerta de algum risco. Mas o medo exagerado ou a FOBIA é um dos mais dolorosos sentimentos que o ser humano pode ter porque tira o direito da pessoa pensar, raciocinar.

 

Olhe o depoimento de Mário Mello. Mário, e mais um de seus três irmãos, desenvolveram Aracnofobia após crescerem vendo o fenômeno acontecer com o pai e o avô. Escute a narrativa dele:

 

DEPOIMENTO

"Desde criança vi parentes desenvolverem Aracnofobia que é FOBIA por ARANHA. Um foi passando o pavor para o outro. Quando tive acamado por conta de um processo de stress no trabalho, comecei a tomar medicamentos controlados. Toda vez que ia visitar os pais de minha noiva, num sítio bem isolado, no meio de uma densa mata atlântica, eu tinha muito medo de esbarrar com uma aranha ou seja... já tinha CERTEZA de que elas apareceriam."

Após diversos tratamentos, mesmo tomando muito remédio, um dia Mário abre sua necessaire, no banheiro da suite onde ficam, no sítio,  e uma aranha negra de cerca de 12 cm de diâmetro com as patas abertas estava dentro do compartimento de remédios. Não era a primeira e sempre, desta forma inusitada, elas estavam presentes, em lugares estranhos e difíceis de aranhas aparecerem.

 

A dor de estar sempre esbarrando com aranhas fez Mário sucumbir. Sofreu tanto, teve uma reação de tanto pavor, que entrou em uma espécie de síncope e parou de respirar.  A mãe de sua noiva,  ao ver a cena, teve uma atitude. Tirou-o do estado apopléctico sacudindo-o pelos ombros com um alerta que seria o remédio derradeiro para a cura:

"MEU FILHO, NUNCA ENCONTRAMOS ARANHAS AQUI E QUANDO VOCÊ CHEGA, ELAS SURGEM EM TODO CANTO. EU NÃO CONHEÇO NADA DESTE ASSUNTO MAS É VOCÊ QUEM ESTÁ ATRAINDO ESTAS CRIATURAS, NÀO SEI COMO,

MAS SÓ PODE SER.

 

SUA MENTE ESTÁ FAZENDO COM QUE ELAS BROTEM. POR FAVOR, DISCUTA ISSO COM SEU MÉDICO."

 

 

Esta compreensão instantânea, vinda de uma pessoa de idade que pouco conhece sobre assuntos ligados ao poder da mente, rendeu Mário aos fatos. A compreensão trouxe a solução. O medo era tão grande e havia chegado num limite tão óbvio, que ele nos narra hoje - cerca de 4 anos depois - que dorme com a agora esposa, numa casa de hóspedes ainda mais isolada e dentro da mata,  e que nada lhe acontece. Não vê mais aranhas ou insetos.

"Nestes 4 anos, não apareceram mais aranhas ou ouros bichos no quarto. Sempre, antes de entrar no local e mesmo quando chego ao sítio repito e voz alta a certeza é minha proteção e que ela está na minha mente.

 

"NENHUMA ARANHA ENTRARÁ NO MESMO ESPAÇO ONDE EU ESTEJA.

A força que adquiri de dominar meu cenário ideal tornou-me tão mais forte que hoje, mesmo que uma Aranha apareça, saberei lidar com o fato." diz Mário.

  

Por Mário Mello | DF

(nomes protegidos por confidencialidade do consulente)

© 2016 | Ciência do Milagre

  • Facebook - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
EMAIL
TELEFONE

(21) 96961.4404

© 2016 Todas as Fotos, Textos e Ilustrações de direito do Projeto Ciência do Milagre